sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Teve um projeto?....A retina invertida

    

    O olho humano tem uma retina: menbrana com cerca de 120 milhões de células chamadas fotorreceptores, que absorvem raios de luz e os convertem em sinais elétricos. O cérebro interpreta esses sinais como imagens visuais. Evolucionistas afirmam que a localização da retina nos olhos dos vertebrados (criaturas com uma espinha dorsal) prova que o olho não foi projetado.
    Analise o seguinte: A retina dos vertebrados é invertida, o que coloca os fotorreceptores no fundo dela. Para alcançá-los, a luz precisa passar através de varias camadas de células. Segundo o biólogo evolucionista Kenneth Miller, "essa disposição espalha a luz, tornando nossa visão menos detalhada do que poderia ser".
    Por isso, os evolucionistas afirmam que a retina invertida é evidência de um projeto medíocre - na verdade, da ausência de um projeto. Um cientista chegou a descreve-lo como uma "disposição funcionalmente sem nexo nem inteligência". Mas pesquisas adicionais revelaram que os fotorreceptores da retina invertida estão perfeitamente localizados próximos ao epitélio pigmentado - uma camada celular que fornece oxigênio e nutrientes vitais para uma visão aguçada. "Se o tecido do epitélio pigmentado estivesse localizado na frente da retina, isso poderia comprometer seriamente a visão", escreveram o biólogo Jerry Bergman e o oftalmologista Joseph Calkins.
    A retina invertida beneficia em especial vertebrados com olhos pequenos. O professor Ronald Kroger, disse: "Entre as lentes do olho e os fotorreceptores, deve haver uma distância específica para se obter uma imagem nítida. O fato de esse espaço estar preenchido por células nervosas resulta numa importante economia de espaço para os vertebrados".
    Além disso, visto que as células nervosas estão firmemente acondicionadas e perto dos fotorreceptores, a análise de informações visuais é rápida e confiável.

nervo óptico


Fonte Rev. Despertai!