quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Ilha de Itaparica

    Um belo dia de sol, acordamos e resolvemos ir à um dos lugares mais lindos que ja conheci, então fomos para cidade baixa e pegamos o ferry-boat, localizada no litoral da Bahia, com restaurantes à beira-mar, você experimenta deliciosos frutosdo mar com uma vista incrivel, vou contar um pouco da historia dessa ilha.


derrepente o sol se foi, pensei que ia ficar nublado...


ainda bem que o sol voltou...uhu


    Em tupi, a expressão "itaparica" significa "cerca de pedra". A ilha foi descoberta em 1°de Novembro de 1501 por Américo Vespúcio, juntamente com a Baía de Todos os Santos.    
    Os registros históricos sobre a ilha são riquíssimos, destacando-se a vinda, em 1510, do navegador português Diogo Álvaro Correia, o “Caramuru” que, enamorado da princesa tupinambá “Paraguaçu”, filha do cacique Taparica, desposou-a, fundamentando, a partir desta união, a junção das raças européia e indígena, formando então a primeira família genuinamente brasileira.
    A sua beleza foi reconhecida desde o seu descobrimento. Em 1763, Itaparica, que era a maior ilha da colônia, chamou a atenção pelos seus 246 km² de vegetação exuberante, manguezais, restingas e belíssimas praias de águas cristalinas. Foi então incorporada aos bens da coroa, iniciando assim o seu desenvolvimento econômico com a plantação de cana de açúcar, trigo e criação de gado, ainda no século XVI. Depois veio a pesca das baleias em escala industrial, a maior atividade econômica nos séculos XVII e XVIII. Neste período, antigos e belíssimos sobrados existentes até hoje, hospedaram imperadores brasileiros, como D. Pedro I e D. Pedro II.
    A ilha de Itaparica está localizada a 13 km (via Ferry-boat) de Salvador e é a maior das 56 ilhas da Baía de Todos os Santos. A ilha possui mais de 40 km de praias, com abundante vegetação tropical, onde predominam exuberantes coqueirais e muita história para contar, tendo defronte a cidade de Salvador, ao longe, separada pela Baía de Todos os Santos. “A ilha”, como é carinhosamente chamada pelos seus moradores, veranistas e turistas, tem 246 km² e 55,000 habitantes distribuídos em dois municípios: Itaparica, onde se localiza a única fonte de água hidromineral a beira mar das Américas, Vera Cruz, que se dá o luxo de ter a sede com outro nome, assim: Vera Cruz, capital: Mar Grande.












vida boa, deitada na espreguiçadeira, com essa vista, aiai...rs

Pena que tinhamos que ir embora....