quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Um passeio pelo Pelourinho - BA

    Com o fim do ano chegando muitas pessoas tiram férias e procuram destinos de viagens, um gostoso roteiro é visitar o Pelourinho em Salvador, com uma culinaria diferente, mas saborosa e uma vista pitoresca, que nos encanta. Conheça um pouco de sua historia:
    A história do bairro soteropolitano está intimamente ligada à história da propria cidade, fundada em 1549 por Tomé de Sousa, primeiro governador-geral do Brasil (quando D. João III era o monarca reinante), que escolheu o lugar onde se localiza o Pelourinho por sua localização estratégica - no alto, próximo ao porto e da região comercial e com uma barreira natural constituída por uma elevação abrupta do terreno, verdadeira muralha de até 90 metros de altura por 15Km de extensão - facilitando a defesa da cidade.
Era um bairro eminentemente residencial, onde se concentravam as melhores moradias, até o início do século XX.
    A partir dos anos 1960, o Pelourinho sofreu um forte processo de degradação, com a modernização da cidade e a transferência de atividades econômicas para outras regiões da capital baiana, o que tranformou a região do Centro Histórico em um antro de prostituição e marginalidade.
Somente a partir dos anos 1980 (com o reconhecimento do casario como patrimônio da humanidade pela UNESCO) e dos anos 1990 (com a revitalização da região) é que o Pelourinho transformou-se no que é hoje: um centro de "efervescência" cultural.
    Nas últimas décadas, o Pelourinho passou a atrair artistas de todos os gêneros: cinema, música, pintura tornando-o um importante centro cultural de Salvador.





Ruas estreitas


Largo do Pelô, como é conhecido por lá

Fachadas coloridas

Em frente a casa de Jorge Amado, uns dos integrantes do Olodum